Books

 

 

Quando abro a porta e vejo no espelho o reflexo, ou a minha biblioteca, não se espanta a memória de belos textos de sustos e sonhos, de palavras que me emocionaram e de todas horas perdidas para estes volumes que como amigos me acompanham, lembro o fio da navalha ou o gato da mala, entre tantos outros que me licenciaram e me lembram acima de tudo a vida uma bênção maior do que nos é possível compreender, mas acima de tudo viver cada segundo como uma prova de ser tudo e vibrar com o universo, uma família real.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s